O Governo Federal lançou uma Medida Provisória (MP) que extingue o Fundo PIS-Pasep e transfere seu patrimônio para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Nesta liberação, o trabalhador poderá sacar um valor de até R$ 1045,00 entre as contas do FGTS e esta movimentação será liberada a partir de 15 de Junho e ficarão disponíveis até 31 de Dezembro.

No texto publicado no Diário Oficial da União (DOU), o patrimônio acumulado nas contas de cada participante do Fundo PIS-PASEP ficará preservado.

Estima-se que esta liberação poderá beneficiar mais de 60 milhões de conta e este valor representa o limite possível a ser liberado sem comprometer as estruturas do FGTS.

Como consultar saldo do FGTS

No app Caixa FGTS

Para dar sequência no processo da consulta do saldo pelo App FGTS é necessário baixar o aplicativo e você pode acessar clicando abaixo nas versões:

baixe no ios - https://apps.apple.com/br/app/fgts/id1038441027
baixe no android https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.fgts.trabalhador&hl=pt_BR
  1. Após instalação abra o app e selecione a opção “Cadastre-se”
  2. Preencha todos os dados solicitados: CPF, Nome Completo, Data de Nascimento, E-Mail e cadastre uma senha de acesso
  3. A senha deve ser numérica, com seis dígitos. Para quem já usava o Aplicativo, pode repetir o mesmo número de senha que usava antes.
  4. Depois de incluir seus dados, clique no botão “Não sou um robô”.
  5. Você vai receber um e-mail de confirmação no endereço de e-mail informado por você. Acesse-o e clique no link que foi enviado.
  6. Após o cadastramento, abra o APP e informe o “CPF” e “Senha” cadastrada.
  7. Após o Login, aparecerão algumas perguntas adicionais sobre a sua vida funcional.
  8. Após responder essas perguntas você deve ler e aceitar as condições de uso do Aplicativo, clicando em concordar.
Vídeo de como utilizar o app FGTS

Agora é possível verificar quanto está depositado em seu FGTS. Ao clicar em “ver todas as contas” o app mostra quanto há de dinheiro nas contas trabalhadas e, no caso dessa nova liberação, a ordem de saque começa dos contratos extintos (do maior para o menor).

Caso você tenha menos de 1.045 reais na soma das contas, será possível pegar o recurso. Se tiver esse limite ou mais, a liberação está limitada ao valor. Lembrando que, desta vez, o limite é por trabalhado

Pelo site da Caixa

Por meio de um Computador ou Notebook você pode consultar seu saldo no site da Caixa Econômica Federal clicando aqui.

  1. Digite seu CPF, NIS ou e-mail
  2. Clicar em “não sou um robô”
  3. Selecionar “cadastrar/esqueci a senha”
  4. Tenha em mãos o número do NIS/PIS. Esse dado pode ser encontrado no Cartão do Cidadão, na Carteira de Trabalho, extrato impresso do FGTS ou no site Meu INSS
  5. Após informar o número do NIS/PIS, clique em “cadastrar senha”. Preencha seus dados e faça o login para acessar a conta
  6. Para verificar o extrato, clique em “FGTS” e escolha “Extrato Completo”. O site vai mostrar todas as suas contas vinculadas, da mais antiga para a mais recente;

Quais são as possibilidades para sacar o FGTS

Além das liberações esporádicas, como essa nova rodada, Fundo de Garantia também pode ser sacado quando o trabalhador é demitido sem justa causa de seu emprego. Além dessa condição, há outras regras que permitem a movimentação dos recursos.

  • Aposentadoria
  • Saque aniversário (em que há a perda do direito de movimentação no caso de demissão)
  • Ao ficar três anos desempregado, a partir do mês do aniversário
  • Compra da casa própria, liquidar, amortizar ou pagar prestações de financiamento habitacional
  • Acordo de rescisão de trabalho, que libera 80% do fundo
  • Doenças graves como aids, câncer ou em estágio terminal (titular ou dependente)
  • Morte do titular da conta.

Siga o Dica App do Dia em nossas redes sociais e também nos agregadores de notícias Flipboard e Google Notícias.

Deixe uma resposta