No mês passado a Verizon fez o lançamento de sua conexão 5G em Chicago, e na época o teste foi realizado em um Moto Z3 equipado com 5G MotoMod.

Na época, para os jornalistas que estavam presente no evento, durante o lançamento e os testes, não sentiram grande confiança nesta nova tecnologia. O sinal no mês passado não era tão abrangente na região e mesmo sendo muito mais rápida que a LTE atual, não foi algo que causou “frisson” no público presente.

Mas ontem, marcando o lançamento do Samsung S10 5G a um preço de US$ 1400 (aproximadamente R$ 5000,00), um telefone com tecnologia realmente pronto para o 5G, adequado para nova rede.

Nos EUA “ainda” estão com pouquíssimos pontos de acesso 5G, (colocando o ainda entre aspas porquê enquanto eles já possuem a conexão em funcionamento, aqui no Brasil a Anatel ainda está conversando com o congresso). Mas, quando você encontra um bom lugar, é incrível. Testes realizados faz com que o Samsung S10 ultrapasse 1Gbps de download conforme visto na imagem inicial da matéria.

As velocidades de download na rede 5G da Verizon agora parecem atingir um bom avanço na próxima geração em relação ao desempenho atual do LTE. 

O Editor Chris Welch do site The Verge, fez um teste baixando o filme Homem de Ferro 2 pela Amazon Prime e postou em seu Twitter o tempo que levou realizando este download na conexão 5G.

Analisando as velocidades de download, você também precisa levar em conta o que está do outro lado. 

Os servidores e CDNs de seus serviços de streaming favoritos são otimizados para esse nível de desempenho de rede móvel? Para a banda larga em casa, talvez. Mas estamos entrando em uma nova era potencial para os dispositivos em nosso bolso.

A empolgação deve dar lugar a razão

Vamos pautar algumas coisas por aqui:

  • A implantação do 5G levará anos antes de atingirmos a mesma cobertura de saturação e cobertura que existe atualmente com o LTE;
  • A tecnologia de ondas milimétricas sozinha não será suficiente: a cobertura interna da rede 5G da Verizon é basicamente inexistente, e isso é um grande problema;
  • E, por enquanto, os uploads ainda estão limitados ao LTE na rede 5G da Verizon. 
  • As velocidades caem rapidamente à medida que você desce o bloco a partir de qualquer nó 5G, e o sinal 5G é basicamente perdido quando você perder a linha de visão. 

Surpreendentemente, o ícone 5G só aparece quando o telefone está ativamente usando dados. Em todos os outros momentos, exibe 4G. Isso torna difícil dizer exatamente quando você está deixando uma área de cobertura 5G. 

Outra coisa que se deve ser pautada é que, por mais impressionantes que sejam essas velocidades, lembre-se de que quase ninguém está na rede 5G da Verizon até momento, ou seja, quando aumentar o número de usuários desta nova conexão também terão o gosto de de realizar download a velocidade de 1 Gbps?

Vale a pena comprar um aparelho 5G agora?

Na opinião deste que vos fala a resposta é não…por enquanto. A cobertura 5G ainda está com pouquíssimos pontos nos EUA e em outros países que estão implantando a rede. No Brasil ainda está na agenda regulatória da Anatel e, inclusive você pode clicar aqui para saber tudo sobre o 5G.

Mas, 5G está vindo para ficar, existindo a possibilidade de conexão Gigabit em um nanochip aumenta – e muito – a implantação de várias tecnologias, como carros que se movem sozinhos, conexão e manipulação de maquinas robustas remotamente, cirurgias remotas, entre inúmeras outras possibilidades.

Vamos aguardar por novas informações quanto a esta nova tecnologia, muita coisa vai aparecer. Mas que realmente, você pensar em uma velocidade Gigabit, na palma da sua mão, é realmente impressionante.

Via The Verge

Siga o Dica App do Dia nas redes sociais – os links estão abaixo – e também no agregador de notícias Flipboard.

Dica App do Dia

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Entre com seu nome aqui