Sabe aquele texto que desperta uma emoção e você se reconhece nele? E aquele que flui a ponto de você não reparar que leu um textão, saiu bem informado e até com vontade de comprar? 

Saber o que é conteúdo humanizado pode fazer toda a diferença para prender seu leitor, quem sabe um futuro cliente.

Diante da necessidade de se produzir conteúdo na internet, há profissionais que se preocupam tanto com o que vão passar para a sua audiência que se esquecem dela. 

Outros pensam demais nela, mas apenas como números de seguidores ou de negócios fechados. 

Isso acontece porque deixamos de lado o propósito da comunicação. Se existe um emissor, deve haver um receptor (agora lembrei das aulas de jornalismo na faculdade).

O que os conecta é o conteúdo e o meio pelo qual ele é transmitido.

Se o emissor fala pensando em si mesmo, não há receptor que se encante. Além disso, se o receptor percebe que é tratado apenas como “mais um”, ele corta essa comunicação em um clique.

Esse equilíbrio pode ser trabalhado na forma em que se conversa com o público. Portanto, vou detalhar abaixo o que é conteúdo humanizado e como você pode criá-lo para os seus canais ou dos seus clientes. 

O que é conteúdo humanizado, então?

Conteúdo humanizado é aquele em que você se coloca no lugar do seu cliente em todas as etapas até ele optar pela compra e recompra também. É preciso considerar o que chamamos de “dores do cliente”, que é o que o leva a pesquisa sobre um produto.

Por exemplo, se você é um médico, advogado ou terapeuta, seu cliente te procura quando sente uma necessidade. Embora ele tenha ideia do problema, ele não sabe ao certo qual a solução ideal para ele, ou pode achar que seja algo muito complexo ou muito caro e, com isso, decide adiar e conviver com o problema. 

Como motivar esse cliente em potencial a resolver as questões dele? 

Através de informação, que vai esclarecer as dúvidas dele e que mostre como resolver o que precisa. Portanto, ao invés de se colocar como alguém que quer vender, seu papel é mostrar que você está ao lado dele para a solução, para ajudar a fazer acontecer

Mesmo que você seja dono de um pequeno e-commerce, também precisa conhecer seu público e o que o leva a clicar no botão de compra. Sim, mesmo quem trabalha com produtos para venda também pode criar conteúdo que encante, engaje e converta de forma humanizada.

Como produzir conteúdo humanizado?

Se eu pudesse resumir esse processo de produção em uma palavra, seria estudo. Isso porque, quando você estuda algo, você coloca foco naquilo que quer absorver. Você extrai informações, reflexões e possibilidades.

Estudar, neste caso, é parar para observar sua audiência e como ela se conecta com o que você oferece.

A seguir, confira alguns pontos importantes para você entender o que é marketing de conteúdo na prática:

Quem é o seu público?

O público que te acompanha na internet pode não ser o mesmo que você idealizou quando começou seu canal. O perfil da sua audiência, no entanto, vai mais além do que idade, gênero e localização geográfica. 

Hoje em dia, criamos a chamada “persona”, ou “avatar”, que seria um perfil que representa boa parte da características do seu público. São dados como tipo de trabalho, estrutura social e familiar, faixa de renda, hobbies, projetos, o que gosta ou não gosta, etc. 

Você faz uma pesquisa através de formulário ou entrevista e por pesquisa. Essas informações vão servir de base para o seu conteúdo, como usar um exemplo que represente o dia a dia da sua persona.

Tom de voz

A forma como você escreve precisa lembrar um pouco o jeito como você fala. Além disso, o tom do texto pode ser mais formal ou informal, conforme for o estilo do seu público. Coloque-se no lugar dele, e veja se gostaria de ler o que escreve ou diz. 

Conteúdo é nutrição, não é venda

O conteúdo que você produz é feito para informar e guiar sua audiência para entender melhor o problema que ela tem e como você pode resolvê-lo.

Alguns conteúdos podem ser apenas para engajar e poucos devem ser propriamente para venda. Lembre-se que, nas redes sociais, as pessoas buscam relacionamento com outras pessoas e empresas.

Mesmo que você seja um corretor imobiliário ou um dono de pizzaria, pode criar posts para falar sobre os produtos, mas o que vai manter o público ali, presente será:

  • conteúdo
  • atendimento antes e após a compra
  • satisfação com o produto ou serviço.

 Propósito

Antes da sua conta bancária, vem a razão que te fez estudar e oferecer o trabalho que realiza hoje. Que transformação você se propõe a fazer na vida das pessoas? 

Quando você coloca o seu lado humano em conexão com o outro humano, seja consumidor final ou uma empresa, a comunicação se estabelece. 

Conclusão sobre o que é conteúdo humanizado

Assim como as pessoas buscam experiência de vida em uma viagem ou a simples compra de um item na internet, com o seu produto ou serviço não -será diferente. É o conjunto “conteúdo-atendimento-satisfação” que vai fazê-lo comprar de novo e, o melhor, recomendar seu negócio por pura vontade. 

Tenha em mente que não adianta ser só mais um canal nas redes sociais. Você vai se conectar com as pessoas certas, no momento certo, quando colocar o seu propósito e o ser humano que você quer atrair em primeiro lugar. 

Se esse material te ajudou de alguma forma, compartilhe com quem mais você conhece que produz material na internet. Se gostou, comente, deixe sua sugestão e vamos adiante!

Até breve! 

Extraido da matéria O que é conteúdo humanizado.

Siga o Dica App do Dia em nossas redes sociais e também nos agregadores de notícias Flipboard e Google Notícias.

Deixe uma resposta