Quem nunca recebeu algum rumor ou notícia enganosa de contatos pelo celular? Com o objetivo de limitar esse impacto das fake news, o reenvio de mensagens no WhatsApp passou a ser ainda menor, para até 5 pessoas ou grupos.


A vice-presidente de comunicações da empresa, Victoria Grand, anunciou a novidade em um evento na Indonésia. A medida começou a valer a partir desta segunda-feira, 21 de janeiro, para dispositivos Android e Apple.


Histórico das mudanças

O reenvio de mensagens no WhatsApp tem validade em todo o mundo. Este número acompanha a medida implantada em 2018, na Índia, que registra a maior troca de conteúdo pelo canal.


Por lá, o reenvio de mensagens no WhatsApp contribuiu para casos de linchamento e até de mortes.


Além de limitar para o encaminhamento para até cinco contatos no país, a empresa também retirou o botão de reenvio rápido.


Envio de mensagens no WhatsApp no resto do mundo

Até julho do ano passado, usuários de outros países podiam enviar mensagens para até 250 contatos. Desde então, o número de envio de mensagens no WhatsApp foi reduzido para até 20 grupos ou pessoas.


A disseminação das mensagens pelo aplicativo, verdadeiras ou falsas, se baseiam na sensação de credibilidade dos contatos que a repassam.


Com isso, a empresa implantou, também em 2018, a sinalização de conteúdos encaminhados. Essa pequena alteração diferenciava das que são originalmente escritas pelo seus próprios contatos.


A empresa pretende evitar ainda mais este impacto gerado pelos boatos e informações falsas que circulam por aí. Por conta disso, informou que segue em constantes avaliações de uso do canal.


Essa disseminação de material reenviado foge do a proposta inicial do WhatsApp. A intenção inicial é ser um aplicativo para troca de mensagens privadas.


E você, qual boato que circulou no WhatsApp mais te impressionou?


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Entre com seu nome aqui