O que esperar da nova versão do Twitter

Uma versão beta será disponibilizada para alguns usuários em um app do Twitter a parte e o que já se pode ver é que muitas mudanças serão bem significativas.

1
720
Respostas codificadas por cor - Foto by TechChunch

O Twitter já se consolidou no mercado mundial, ele é “termômetro” de todos os assuntos mais discutidos no mundo, um programa de TV, um fenômeno da natureza ou assuntos relacionados a políticas, até mesmo um ovo, pode causar um alvoroço mundial e tudo é medido em tempo real no Twitter.

E o desafio da empresa é manter e melhorar esta qualidade de atendimento para tantos usuários em todo mundo.

Nas próximas semanas será lançado um novo programa beta, no qual um grupo exclusivo de usuários terão acesso aos novos recursos, por meio de um app independente, para usar e falar sobre novos recursos com outras pessoas.

O Twitter por sua vez, usará os dados coletados desses usuários para decidir como transformar estes testes em recursos completos do produto para sua base de usuários

O Twitter hoje, conta com um Programa de Experimentos para teste, bem como outros testes por exemplo, restringir o comportamento abusivo de usuários na rede.

Embora haja apenas aproximadamente 2000 participantes, eles poderão discutir publicamente e twittar sobre os novos recursos, permitindo que a comunidade mais ampla do Twitter participe destes testes.

E, ao contrário dos betas tradicionais, em que os usuários testam recursos quase concluídos antes de um lançamento público, o feedback do beta pode mudar radicalmente a direção do que está sendo construído.

Sara Haider, diretora de gerenciamento de produtos do Twitter, mostrou o que será disponibilizado para testes, para esta nova versão.

“Ao contrário de um tradicional beta que é o último passo antes do lançamento , estamos trazendo pessoas para realizar os teste logo no inicio da produção”, disse Haider.

A primeira versão beta se concentrará em um novo design para o modo como os tópicos de conversação vão funcionar no Twitter. Isso inclui um esquema de cores diferente e dicas visuais para destacar respostas importantes.

“É uma nova visão do nosso pensamento sobre o desenvolvimento de produtos”, explica Haider. “Uma das razões pelas quais isso é tão crítico para esse recurso em particular é porque sabemos que estamos fazendo mudanças que são bastante significativas”.

“Precisamos que você faça parte desse processo, para que saibamos que estamos construindo a experiência certa”, diz Haider.

Uma vez aceitos no programa beta, os usuários farão o download de um aplicativo beta separado – algo que o Twitter não tem certeza de que será sempre realizado.

Não está claro se esse processo criará muita fricção, diz a empresa, para ver como as pessoas que vão fazer os testes vão responder.

Aqui estão alguns dos recursos mais interessantes que sendo testados na versão beta:

Mensagens separadas por cor

Respostas separadas por cor - Foto by TechChunch - Dica app do dia
Respostas separadas por cor – Foto by TechChunch

Nesta nova versão as mensagens serão separadas por cores para diferenciar as respostas do post original do tweet, das pessoas que você segue e das pessoas que você não segue.

Quando você clica em um segmento de conversa, o aplicativo beta também oferece dicas visuais para ajudar você a encontrar melhor as partes do tópico que são de seu interesse.

Uma maneira de fazer isso é destacar as respostas em um tópico que foram escritas por pessoas que você segue no Twitter. Outra mudança é que a pessoa que postou o tweet original também terá suas próprias respostas no tópico destacado.

Respostas classificadas por algoritmos.

Um tipo de classificação por algoritmo que o Twitter aplicou em sua linha do tempo principal pode começar a chegar às suas respostas. As respostas no Twitter já podem ser mostradas em uma ordem de classificação,

As mais importantes, como as de seus amigos do Twitter, são movidas para o topo e o que duas pessoas vêem em um grupo de respostas pode ser diferente.

Agora, essas respostas e os ramos de conversa que surgem deles podem começar a se tornar mais fáceis de seguir, também baseados em algoritmos.

Removendo ícones, como o “coração”.

Nesta versão beta não foi visto os ícones para engajamento, como por exemplo o curtir (coração) - Foto by Tech Crunch - Dica App do Dia
Nesta versão beta não foi visto os ícones para engajamento, como por exemplo o curtir (coração) – Foto by Tech Crunch

Outra experiência que o Twitter está observando é o que deve fazer com seus botões de engajamento para agilizar as respostas dos usuários.

Na versão beta, não tinha corações para favoritos nos Tweets, nem quaisquer ícones para retweets ou respostas, quando os Tweets vieram na forma de respostas para outro Tweet.

Os ícones e os recursos não desapareceram completamente, mas só apareceriam quando você tocasse em uma postagem específica.

Os botões para engajamento vão surgir apenas quando você selecionar o post. Foto by Tech Crunch - Dica App do Dia
Os botões para engajamento vão surgir apenas quando você selecionar o post. Foto by Tech Crunch

A ideia básica parece ser: engajamento para quem a quer e uma visão mais simplificada para quem não quer.

O teste de status, na verdade, aponta para uma mudança maior que podemos ver no o Twitter.

Uma das maiores lamentações é que a integração no aplicativo, a experiência para quem está entrando no Twitter pela primeira vez, continua confusa.

O Twitter admite isso, e assim (como em seu recente acordo com a NBA para fornecer uma experiência única no Twitter em torno de um determinada partida) ele fará mais ajustes e testes para descobrir como mover o Twitter de ser fundamentalmente focado em torno do jogo.

Embora todos os produtos precisem evoluir com o tempo, o Twitter, em particular, parece um pouco obcecado em mudar continuamente a mecânica básica de como o aplicativo funciona.

Parece que há pelo menos algumas razões para isso. Uma é que, embora o serviço continue crescendo em seus usuários ativos diários, seus usuários ativos mensais globalmente foram ou estão em declínio, ou crescendo apenas dois por cento nos últimos quatro trimestres (e em declínio no último ano).

Isso ressalta como a empresa ainda tem algum trabalho a fazer para manter as pessoas envolvidas.

A outra é que a mudança e a capacidade de resposta parecem ser a essênciais de como o Twitter quer se posicionar nos dias de hoje.

Na semana passada, Dorsey, CEO e co-fundador do Twitter, observou que o próprio Twitter não inventou a maior parte das maneiras como a plataforma é usada hoje.

O “RT” (retweet), que agora é um botão no aplicativo, a hashtag, tweetstorms , tweets expandidos e até mesmo o @mention agora onipresente são exemplos de recursos que não foram criados originalmente pelo Twitter, mas foram adicionados com base em torno de como o aplicativo foi usado.

“Queremos continuar nosso poder de observação e aprendizado … o que as pessoas querem que o Twitter seja e como usá-lo”, disse Dorsey. “Isso nos permite ser valiosos e relevantes”.

Embora essas mudanças contínuas possam, às vezes, tornar as coisas mais confusas , o programa beta poderia evitar quaisquer erros de design, desvendar problemas que o Twitter possa ter perdido e ajudar o Twitter a aproveitar esse tipo de desenvolvimento viral de maneira mais focada.

O que nos resta é aguardar as novidades que serão disponibilizadas para nós usuários.

Fonte: Tech Crunch

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Entre com seu nome aqui