A “Máfia do PayPal” no Vale do Silício, você conhece?

Eles fundaram empresas de capital de risco, como Founders Fund e Valar Ventures, e se uniram a empresas como Sequoia Capital, Khosla Ventures e Greylock Partners. Eles têm sido grandes investidores no Facebook, Uber, Lyft, Airbnb, Square, Pinterest, Stripe e na maioria dos outros "unicórnios" que o Vale do Silício produziu nas últimas duas décadas.

0
154

Antes de Elon Musk, Peter Thiel e Reid Hoffman serem bilionários investidores/empreendedores, eles eram executivos do PayPal nos anos 90.

Eles e mais de uma dúzia de outros executivos da empresa, incluindo Max Levchin, David Sacks e Keith Rabois, tornaram-se conhecidos como a Máfia do PayPal, a mais famosa rede de empreendedores em série e capitalistas de risco do Vale do Silício.

Youtube. Tesla SpaceX. Palantir LinkedIn. Yelp. Os membros da Máfia do PayPal fundaram todos eles. Eles também fundaram empresas de capital de risco, como Founders Fund e Valar Ventures, e se uniram a empresas como Sequoia Capital, Khosla Ventures e Greylock Partners.

Este grupo têm sido grandes investidores no Facebook, Uber, Lyft, Airbnb, Square, Pinterest, Stripe e na maioria dos outros unicórnios que o Vale do Silício produziu nas últimas duas décadas.

A máfia inspirou uma cobertura substancial da mídia ao longo dos anos, mas não houve um catálogo completo de seus investimentos.

Usando dados disponíveis da Crunchbase, Dow, e relatórios de mídia de investimentos, o site Ventura Beat realizou um compilado que acreditamos ser um banco de dados bastante abrangente da atividade de investimento da Máfia.

Este conjunto de dados inclui o investidor, a empresa que está sendo investida e a data do investimento; adicionamos variáveis ​​indicadoras para mostrar se uma empresa recebe investimentos de vários membros da Máfia e mostra os investidores em comum.

A Máfia é toda masculina e tem sido acusada de contribuir para a falta de mulheres na indústria de tecnologia, então foi realizada uma codificação de variável para determinar se uma empresa tinha pelo menos uma fundadora para avaliar o percentual de investimentos feitos por membros da máfia em tais empresas.

Foram incluídos investimentos pessoais feitos por 20 membros* da Máfia, bem como investimentos feitos por firmas de capital de risco afiliadas à Máfia**, se elas são listadas como “investimentos parceiros” com um membro da Mafia na Crunchbase.

Além disso, foi contabilizado investimentos se eles forem feitos por empresas de capital de risco afiliadas à máfia em empresas fundadas por membros da Máfia.

Acreditamos que essa metodologia é conservadora e que vários membros da Máfia provavelmente são responsáveis ​​por mais investimentos do que captamos aqui.

Por exemplo, Reid Hoffman foi provavelmente responsável por mais investimentos na Greylock Partners do que apenas aqueles em que ele é nomeado como parceiro na Crunchbase.

Uma explicação mais detalhada da nossa metodologia pode ser encontrada aqui .

No geral, foi encontrado 1.005 investimentos de membros da Máfia e empresas afiliadas de capital de risco em 646 empresas no período de 1995 a junho de 2018.

Foi possível identificar os fundadores de 642 dessas 646 empresas, encontrando 89 (14%) com pelo menos uma fundadora ; uma startup tinha um fundador que se identifica como de gênero não binário, ou em outras palavras, não possui um gênero único, ou que era de um gênero neutro.

Para comparar esses números com a indústria como um todo, um estudo usando dados da Crunchbase descobriu que, de 2009 a 2014, 15,5% das startups tinham pelo menos uma fundadora.

Durante o período de 2009-2014, 13% das startups em que a máfia investiu tinham um desses fundadores.

Na figura abaixo, mostramos o número de investimentos que a Máfia fez ao longo do tempo.

O grupo aumentou significativamente a atividade de investimento em meados da década de 2000, quando coletivamente realizou de 10 a 40 investimentos por ano e depois novamente em 2010, quando coletivamente realizou cerca de 100 investimentos. Desde 2010, ela produz coletivamente cerca de 70-130 investimentos por ano.

Gráfico de investimento no público feminino. - Dica App do Dia
Gráfico de investimento no público feminino.

Na figura a seguir, mostramos o número de empresas em que cada membro da Máfia investiu (portanto, se um membro da máfia investe na mesma empresa várias vezes, isso aparece apenas como uma observação).

Peter Thiel e Scott Banister, os investidores mais prolíficos, são responsáveis ​​por investimentos em mais de 100 empresas. Mais meia dúzia de membros da Máfia investiram em várias dezenas de empresas cada.

Para dois dos membros da Máfia, Dave McClure e Reid Hoffman, mais de 20% das empresas investidas tinham pelo menos uma fundadora. (Em 2017, McClure demitiu-se de 500 Startups após ser acusado de assédio sexual e admitir avanços “inapropriados”).

Também estávamos interessados ​​em examinar a força dos laços entre os membros da Máfia e, em particular, se uma empresa recebendo um investimento de um membro da Máfia significava que a empresa receberia um investimento de um outro membro da Máfia.

Descobrimos que 31% das empresas em que a Thiel investe também recebem pelo menos um investimento de outro membro da Máfia. Esse número é de 47% para Rabois, 16% para Hoffman, 41% para Levchin, 46% para Sacks e 18% para Banister.

Descobrimos que, das 646 empresas do conjunto de dados, 103 (16%) receberam investimentos de vários membros da Máfia.

No gráfico de rede abaixo, a espessura da linha entre dois membros da Máfia representa o número de empresas nas quais ambos os membros fizeram investimentos.

O gráfico revela uma rede básica dentro da Máfia do PayPal, que consiste em Sacks, Levchin, Rabois, Thiel e Banister.

Às vezes, há a tentação de pensar no Vale do Silício quase como uma abstração. Mas a rede da PayPal Mafia, abrangendo centenas de empresas e bilhões de dólares, é formada por pessoas reais que tomam decisões observáveis.

O conjunto de dados completo está aqui , abrangendo mais de duas décadas de histórico de tecnologia.

*Peter Thiel, Keith Rabois, Elon Musk, David Sacks, Max Levchin, Reid Hoffman, Scott Banister, Jeremy Stoppelman, Dave McClure, Andrew McCormack, Roelof Botha, Steve Chen, Jawed Karim, Ken Howery, Luke Nosek, Yishan Wong, Chade Hurley, Premal Shah, Russell Simmons e Eric Jackson.

** Reid Hoffman é sócio da Greylock Partners; Keith Rabois é sócio da Khosla Ventures; Dave McClure foi sócio fundador da 500 Startups; Roelof Botha é sócio da Sequoia Capital; Peter Thiel é co-fundador e presidente do comitê de investimentos da Mithril Capital; Thiel e Andrew McCormack são co-fundadores da Valar Ventures e McCormack é um sócio geral de lá; Thiel, Ken Howery e Luke Nosek são sócios fundadores do Founders Fund; David Sacks é sócio fundador da Craft Ventures; Rabois e Jawed Karim são sócios fundadores da Y Ventures; Max Levchin é o fundador do HVF Labs e do SciFi VC.

Fonte: VenturaBeat.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Entre com seu nome aqui