Se você está, neste exato momento na frente de um computador ou note e está usando um mouse ou mouse touchpad ou afins, agradeça a William English.

O engenheiro e inventor nasceu em 1929 em Kentucky e estudou engenharia elétrica na universidade antes de ingressar na Marinha dos EUA.

Ele construiu o primeiro mouse em 1963, usando uma idéia apresentada por seu colega Doug Engelbart enquanto os dois trabalhavam no inicio da era computação.

O mouse apenas se tornaria comum duas décadas depois, quando os computadores pessoais (PC) se tornaram populares.

A morte de English foi confirmada pela esposa e divulgada pela mídia americana.

Como foi o primeiro mouse

Willian (Bill) English se tornou a primeira pessoa a usar o mouse quando construiu o protótipo no projeto de pesquisa de Engelbart no Stanford Research Institute.

A idéia era do Sr. Engelbart, que ele descreveu como sendo apenas “breves notas” – mas a criação foi feita por Bill English.

Sua primeira versão foi um bloco de madeira com um único botão – e embaixo, duas rodas giratórias em ângulos de 90 graus que registravam o movimento vertical e lateral.

Primeiro modelo de mouse criado por Doug Engelbart e Willian (Bill) English
Primeiro modelo de mouse criado por Doug Engelbart e Willian (Bill) English

Estávamos trabalhando na edição de texto – o objetivo era um dispositivo capaz de selecionar caracteres e palavras” , disse English ao Museu de História da Computação em 1999 .

Em um experimento, foi pedido aos usuários que experimentassem o mouse ao lado de outros dispositivos apontadores, como uma caneta leve ou um joystick – e descobriram que o mouse era o favorito claro. 

Eles escreveram um artigo, que foi amplamente ignorado por anos.

Em sua demonstração de 1968, o mouse foi exibido publicamente pela primeira vez – junto com videoconferência, processamento de texto e uma forma de links semelhantes aos que usamos hoje na Internet.

À medida que se move para cima ou para baixo ou para os lados, o mesmo ocorre com o local de rastreamento“, explicou Doug Engelbart à platéia, enquanto Bill English dirigia o lado técnico da conferência – incluindo o vídeo que impressionou os espectadores.

A natureza marcante da apresentação foi considerada “a mãe de todas as apresentações” por escritores posteriores.

Perguntado décadas depois se era o momento épico da computação moderna, o Sr. English respondeu modestamente: “Eu não contestaria isso“.

Gato e rato

Algumas histórias o atribuem ao seu tamanho e à semelhança do cabo com uma cauda – outras ao fato de o cursor ser chamado de “gato” na época e parecer perseguir os movimentos do novo dispositivo.

Mas nem English nem Engelbart conseguiam se lembrar de quem decidiu que o dispositivo deveria ser chamado de “mouse” – ou exatamente por quê.

No primeiro relatório, tivemos que chamá-lo de algo. ‘Uma caixa marrom com botões’ não funcionou“, disse English.

“Tinha que ser um nome curto. É um nome curto muito óbvio.”

English também foi amplamente creditado pela criação do sistema gráfico de interface de usuário de desktop usado por quase todos os computadores modernos.

Ele deixou o Stanford Research Institute em 1971, mudando-se para o famoso centro de pesquisa Parc da Xerox.

Lá, ele substituiu as rodas em seu primeiro design de mouse por uma bola rolante – o design que se tornou familiar para a maioria dos usuários finais nas próximas décadas. Um projeto semelhante já havia sido testado pela empresa alemã Telefunken.

English morreu de insuficiência respiratória em 26 de julho na Califórnia, disse sua esposa Roberta. Engelbart morreu em 2013, aos 88 anos .

Afinal de contas, ambos ganharam dinheiro com esta incrível invenção?

Nenhum dos homens ficou rico com sua invenção, que foi patenteada, mas de propriedade de seu empregador – e os direitos de propriedade intelectual expiraram em 1987, antes do mouse se tornar um dos dispositivos tecnológicos mais comuns do planeta.

Falando à BBC após a morte de Engelbart, English disse: “O único dinheiro que Doug conseguiu com isso foi uma licença de US$ 50.000 da Xerox quando a Xerox Parc começou a usar o mouse“.

O dispositivo também foi adotado pela Apple para o seu computador pessoal, o Lisa. Mas “a Apple nunca pagou dinheiro com isso e partiu de lá“, disse ele.

clique e siga o Dica App do Dia no Instagram - https://www.instagram.com/dicaappdodia/

Siga o Dica App do Dia em nossas redes sociais e também nos agregadores de notícias Flipboard e Google Notícias

Deixe uma resposta