Você já se perguntou por que o chá verde tem um gosto tão amargo quando fica muito tempo em água da caneca ou copo?

Graças a professora e bioquímica japonês Michiyo Tsujimura e sua pesquisa inovadora sobre os benefícios nutricionais do chá verde, a ciência tem as respostas.

Google Doodle de hoje comemora o 133º aniversário de Michiyo Tsujimura.

Dr. Michiyo Tsujimura. Imagem: Ilustração
Dr. Michiyo Tsujimura. Imagem: Ilustração

Michiyo Tsujimura nasceu neste dia, 17 de setembro de 1888 em Okegawa, Prefeitura de Saitama, Japão. Ela passou o início de sua carreira ensinando ciências.

Em 1920, ela perseguiu seu sonho de se tornar uma pesquisadora científica na Universidade Imperial de Hokkaido, onde começou a analisar as propriedades nutricionais dos bichos-da-seda japoneses.

Alguns anos depois, Tsujimura foi transferida para a Universidade Imperial de Tóquio e começou a pesquisar a bioquímica do chá verde ao lado do Dr. Umetaro Suzuki, famoso por sua descoberta da vitamina B1.

A pesquisa conjunta revelou que o chá verde contém quantidades significativas de vitamina C – o primeiro de muitos compostos moleculares ainda desconhecidos no chá verde.

Em 1929, ela isolou a catequina – um ingrediente amargo do chá, porém, tem uma forte ação antioxidante.

Então, no ano seguinte, ela isolou o tanino, um composto ainda mais amargo que também tem propriedades antioxidantes.

Essas descobertas formaram a base para sua tese de doutorado, “Sobre os Componentes Químicos do Chá Verde”, quando ela se formou como a primeira doutora em agricultura do Japão em 1932.

Fora de sua pesquisa, a Dra. Tsujimura também fez história como educadora quando se tornou a primeira Reitora da Faculdade de Economia Doméstica da Escola Normal Superior Feminina de Tóquio em 1950.

Hoje, um memorial de pedra em homenagem às realizações da Dra. Tsujimura pode ser encontrado em seu local de nascimento da cidade de Okegawa.

Feliz aniversário, Michiyo Tsujimura!

Siga o Dica App do Dia em nossas redes sociais e também nos agregadores de notícias Flipboard e Google Notícias.

Deixe uma resposta