Recentemente falamos de um aplicativo tanto controverso, chamado Absher. Este aplicativo criado pelo Governo da Arábia Saudita serve para os maridos rastearem 24 hs suas esposas.

Grupos do mundo todo, governantes estão lutando para Apple e Google retirarem esta plataforma de suas play stores.

Mas, a Google diz que não vai retirar o aplicativo App Store; Segundo a representante da Califórnia, Jackie Speier, diz que isso não viola suas políticas e que isso permanecerá em vigor

O aplicativo permite que sauditas acessem serviços públicos, permitindo que solicitem empregos, paguem multas, renovem licenças ou denunciem crimes.

No entanto, também permite que os homens sauditas acompanhem dependentes do sexo feminino e controlem seus movimentos.

Um relatório recente da Insider descreveu como homens sauditas poderiam usar o aplicativo para controlar dependentes do sexo feminino.

Com o Absher é possivel revogar privilégios de viagem, saber a localização e enviar mensagens SMS com atualizações da esposa ou filhas.

O site Business Insider informa que o Google respondeu à carta do Congresso e que o aplicativo permanece na vitrine do Google. 

No mês passado, o CEO da Apple, Tim Cook, disse que vai analisar a questão durante uma entrevista com a NPR, mas ainda não disse se vai ou não rejeitar o aplicativo da App Store.

The Verge

Dica App do Dia

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Entre com seu nome aqui