Depois de Fortnite, agora a Apple impediu o Facebook de informar aos usuários que a Apple receberia 30% das compras no aplicativo feitas por meio de um novo recurso planejado, disse o Facebook à Reuters . 

A Apple disse que a atualização violou uma regra da App Store que não permite que os desenvolvedores mostrem informações “irrelevantes” aos usuários.

O recurso permite que os usuários do Facebook comprem ingressos para eventos online diretamente pelo aplicativo. 

As regras da Apple dizem que as compras de conteúdo digital precisam usar o sistema de pagamentos da App Store, dando à Apple 30% do total. 

O Facebook diz que pediu à Apple que renunciasse a essa taxa para que toda a receita fosse para os organizadores do evento, mas a Apple recusou. 

O recurso já está disponível, mas sem a mensagem sobre o corte de 30% da Apple.

No início deste mês, o Facebook divulgou uma imagem mostrando como a mensagem ficaria no aplicativo.

Esperava-se que a mensagem planejada no Android fosse “O Facebook não cobra nenhuma taxa por esta compra”. 

Segundo a Reuters, essa mensagem também não aparece na versão do aplicativo baixada pelo Google Play.

Agora, mais do que nunca, devemos ter a opção de ajudar as pessoas a entender para onde vai o dinheiro que pretendem para as pequenas empresas“, disse o Facebook em um comunicado à Reuters. 

Infelizmente, a Apple rejeitou nosso aviso de transparência em torno de seu imposto de 30%, mas ainda estamos trabalhando para disponibilizar essas informações dentro da experiência do aplicativo.”

Leia também: Juíza protege Epic Games mas não livra Fortnite do bloqueio da Apple

Não está claro como exatamente o Facebook poderia fazer isso, e não é surpreendente que a Apple tenha bloqueado o aviso. 

A Apple tem sido rigorosa com aplicativos que tentam explicar as políticas da App Store – aplicativos como Netflix, Kindle e Spotify, por exemplo, não podem mencionar que os usuários poderiam pagar na web, muito menos fornecer um link para fazer isso.

O que parece claro é que ao conduzir esse negócio em público, prevendo um recurso que dificilmente seria aprovado no estado pretendido, o Facebook está tentando impulsionar a conversa sobre as políticas da App Store da Apple, que nunca foram tão controversas. 

Nos últimos meses, os desenvolvedores do Fortnite, criadores da Epic Games, vieram a público com grandes reclamações, a maioria envolvendo a insistência da Apple em controlar as compras dentro do aplicativo.

clique e siga o Dica App do Dia no Instagram - https://www.instagram.com/dicaappdodia/

Siga o Dica App do Dia em nossas redes sociais e também nos agregadores de notícias Flipboard e Google Notícias.

Via TheVerge

Deixe uma resposta