São tantas Fake News que, ao receber um vídeo de uma criança comendo sopa de girinos é praticamente impossível de acreditar né? Mas desta vez é verdade.

Se você não sabe do que estamos falando, o vídeo mostra uma mãe dando uma “sopa” de girinos VIVOS na boca de uma criança. Se você não viu segue vídeo abaixo

Este vídeo sim foi gravado na China, mas calma, segura seu preconceito ai. Ele foi “viralizado” em 2018 já naquela época foi um vídeo que chocou o mundo, e por conta de toda esta pandemia do coronavírus, este vídeo voltou a tona.

E como já foi dito no título desta postagem, sim o vídeo é verdadeiro, não tem edição porém, não tem qualquer relação direta ou correlação comprovada com o Coronavírus.

Sobre a prática de comer girinos

De acordo com o site The Straits Times, que também comentou sobre o caso, um pediatra chamado Dr. Pei, escreveu em um post dizendo que esta prática foi detalhada em um livro de herbologia chinesa. O livro chamado The Compendium of Materia Medica foi escrito pelo herbalista Li Shizhen durante a dinastia Ming, nos anos 1500.

Obs: Novamente queremos salientar este vídeo não tem nada relacionado com a COVID-19, a Organização Mundial da Saúde – OMS emitiu o primeiro alerta em 31 de dezembro de 2019

A prática diz-se que é capaz de desintoxicar feridas ou úlceras“, escreveu Pei. “No entanto, comer girinos vivos assim, mesmo crianças sem feridas podem desenvolver feridas, porque podem contrair infecções dos germes no corpo dos girinos“.

Na China – eu sei, têm gente lá “que pede” – foi registrado o caso de um agricultor de 29 anos que consumiu girinos e ficou mais de um mês hospitalizado após desenvolver uma infecção causada por parasitas.

Um estudo chamado A Neglected Risk For Sparganosis: Eating Live Tadpoles In central China – Um risco negligenciado de Sparganose: comer girinos vivos no centro da China -, aprovado pelo Comitê de Ética em Ciências da Vida da Universidade de Zhengzhou e publicado no Jornal de Doenças Infecciosas da Pobreza no ano 2017, aborda esta estranha prática.

O estudo diz que a esparganose, ou um tipo de infecção parasitária causada pela ingestão de girinos vivos, estava surgindo no centro da China.

Nossas pesquisas mostraram que 11,93% dos girinos na província de Henan estão infectados com plerocercoides (a forma infecciosa das larvas das tênias)“, afirmou. “Comer girinos vivos é um alto risco de infecção por esparganos. Uma conscientização mais abrangente em saúde pública deve ser realizada para pessoas em áreas endêmicas e o mau hábito de comer girinos vivos deve ser desencorajado“.

Concluindo

O vídeo é verdadeiro, sem edição de imagens, a prática é conhecida na China, não é recomendada pela comunidade médica, porém não tem nada a ver com o Coronavírus.

Siga o Dica App do Dia em nossas redes sociais e também nos agregadores de notícias Flipboard e Google Notícias.

Via MegaCurioso e e-farsas

Deixe uma resposta