Quantas vezes, aquele cara que entende de Informática na empresa, faculdade ou da família, praticamente gritava quando você ia tirar o pendrive sem executar o famoso comando, “Remover o Dispositivo com Segurança“?

Pois bem, a Microsoft está confirmando de uma vez por todas – no Windows 10 – não é mais uma coisa com a qual você precisa se preocupar.

O Windows 10 tem um recurso chamado “remoção rápida” que permite arrancar uma unidade a qualquer momento e agora é a configuração padrão para cada nova unidade conectada a partir do Windows 10 versão 1809, de acordo com as diretrizes de suporte da própria Microsoft . 

Basicamente, a “remoção rápida” impede que o Windows tente continuamente gravar em uma unidade flash, o que pode ajudar no caso de você desconectá-lo.

Tecnicamente, a Microsoft mudou esse switch em outubro, quando a versão 1809 começou a ser lançada, então isso não será uma revelação para todos os leitores. 

Acontece que está fazendo as rondas agora que a empresa notifica os profissionais de TI que a atualização está sendo implantada de forma mais ampla. 

Além disso, a empresa tinha proteções para manter seus flash drives seguros desde o Windows 7 , de acordo com especialista da Microsoft, Tom Warren.

Mas também é verdade que a Microsoft vem enviando mensagens mistas sobre a necessidade de remover unidades com segurança por algum tempo.

O sistema operacional definitivamente ainda apresenta um recurso “Remover Hardware e Ejetar Mídia” . (Sim acabei de checar minha bandeja do sistema e ainda está lá).

Então, agora, o processo de ejetar com segurança uma unidade flash pode ser uma daquelas coisas que você fala no passado.

Ah, porque no meu tempo, antes de tirar o pendrive tinha que “avisar o Windows” pra retirar o dispositivo com segurança

Via The Verge

Siga o Dica App do Dia nas redes sociais – os links estão abaixo – e também no agregador de notícias Flipboard.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Entre com seu nome aqui