Janaína Dutra é a homenageada do Google Doodle de hoje 30/11, ativista social e a primeira advogada trans brasileira, foi uma líder do movimento LGBTQIA+

Janaína Dutra faria hoje, 61 anos.

Janaína nasceu neste dia, 30 de novembro de 1960, no distrito de Canindé, no norte do estado do Ceará.

Aos 14 anos, ela começou a enfrentar a discriminação homofóbica, mas o apoio de sua grande família nunca vacilou.

Ela acompanhou a irmã até Fortaleza, onde Janaína deu os primeiros passos em direção a uma vida dedicada à defesa da comunidade LGBTQIA+.

Em 1986, Janaína Dutra se formou em Direito pela Universidade de Fortaleza, fazendo história como a primeira transexual graduada aceita como membro da Ordem dos Advogados do Brasil.

Ao longo da década de 1980, Janaína Dutra aprofundou sua carreira desenvolvendo a primeira campanha de prevenção do HIV no Brasil com foco na comunidade transgênero em colaboração com o Ministério da Saúde.

Janaína também contribuiu para a fundação do Grupo de Resistência Asa Branca e foi a primeira presidente da ATRAC – Associação de Travestis do Ceará – uma organização sem fins lucrativos de referência com foco no desenvolvimento Apoio social e jurídico para a comunidade LGBTQIA +.

Conhecida por sempre levar consigo uma cópia da lei anti-homofobia aprovada por sua cidade natal, Janaína Dutra passou a vida inteira participando de conferências, seminários e mesas redondas para defender a igualdade.

Em 2011, foi fundado em Fortaleza o Centro de Referência LGBT Janaína Dutra, que cumpre a missão da Dutra na proteção dos direitos humanos de integrantes da comunidade LGBTQIA + até os dias de hoje.

Aos 43 anos, em fevereiro de 2014, faleceu vítima de câncer no pulmão, deixando um legado de luta, respeito e comprometimento com a comunidade LGBTQIA+.

Siga o Dica App do Dia em nossas redes sociais e também nos agregadores de notícias Flipboard e Google Notícias

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta