O Facebook disse que a empresa acredita que uma mudança na “configuração defeituosa” foi a causa de uma indisponibilidade generalizada que durou cerca de seis horas.

A empresa de Mark Zuckerberg vem a pública pedir desculpas para seus usuários do Facebook, Instagram e Whatsapp.

“A todas as pessoas e empresas em todo o mundo que dependem de nós, lamentamos o transtorno causado pela interrupção de hoje em nossas plataformas. Temos trabalhado o máximo que podemos para restaurar o acesso e nossos sistemas estão funcionando novamente. A causa dessa interrupção também afetou muitas das ferramentas e sistemas internos que usamos em nossas operações diárias, complicando nossas tentativas de diagnosticar e resolver o problema rapidamente.”

“Nossas equipes de engenharia aprenderam que as alterações de configuração nos roteadores de backbone que coordenam o tráfego de rede entre nossos data centers causaram problemas que interromperam essa comunicação. Essa interrupção no tráfego de rede teve um efeito cascata na maneira como nossos data centers se comunicam, interrompendo nossos serviços.”, disse o vice-presidente de Engenharia e Infraestrutura do Facebook,  Santosh Janardhan, em um dos blogs do Facebook . 

A indisponibilidade de segunda-feira também afetou as ferramentas que os funcionários do Facebook usam. 

Segundo o próprio Facebook a causa raiz dessa interrupção foi uma alteração de configuração defeitusa. 

A empresa disse também que não existem evidências de que os dados do usuário tenham sido comprometidos como resultado desse tempo de inatividade.

A rara indisponibilidade, que também afetou outros aplicativos do Facebook, como Instagram e WhatsApp, mostrou como as pessoas e empresas são dependentes nas redes sociais, mesmo quando a empresa enfrenta mais escrutínio de legisladores e reguladores. 

Recentemente o Facebook veio a público rebater a uma série de histórias que o The Wall Street Journal publicou recentemente detalhando como o Facebook sabia sobre os problemas da plataforma, incluindo seu impacto prejudicial na saúde mental dos adolescentes. 

A ex-gerente de produto do Facebook, Frances Haugen, a denunciante que reuniu os documentos internos usados ​​pelo The Journal, deve testemunhar perante o Congresso na terça-feira.

A indisponibilidade de segunda-feira foi mais uma das inúmeras outras vezes que os serviços do Facebook ficaram offline. 

O Facebook também sofreu uma longa interrupção em 2019, que durou mais de 14 horas. A rede social disse que a interrupção de 2019 foi o resultado de uma “mudança na configuração do servidor”.

Siga o Dica App do Dia no Instagram - https://www.instagram.com/dicaappdodia/

Siga o Dica App do Dia em nossas redes sociais e também nos agregadores de notícias Flipboard e Google Notícias.

Deixe uma resposta