O Google Doodle de hoje é homenagem a todos os trabalhadores das mais diversas áreas e não só no Brasil, este dia é comemorado em várias partes do mundo.

E esta data não é comemorada apenas no Brasil, países da America do Sul, México parte da Europa – como Noruega, Alemanhã, França, Ucrância – Arábia Saudita, África do Sul e muitos outros

Paises marcados em azul são os países que estão comemorando o Dia do Trabalho – Imagem Google

A data foi escolhida em homenagem ao esforço dos trabalhadores dos Estados Unidos, que, num sábado, 1º de maio de 1886, foram às ruas das maiores cidades do país para pedir a redução da carga horária de trabalho por dia.

A luta dos manifestantes foi bem-sucedida. Na Virada do século 20, boa parte dos trabalhadores do país ja seguiam o ritmo de 8 horas por dia, antigamente os americanos trabalhavam em média 100hs por semana (aproximadamente 16 hs/dia).

“Eight-hour day with no cut in pay” (“diária de oito horas sem redução no pagamento”) era o slogan repetido por mais de 300 mil manifestantes que foram às ruas em Nova York, Chicago, Detroit e Milwaukee, entre outras cidades.

Revolta de Haymarket. Ilustração de Thure de Thulstrup (1886).

Homens e mulheres lutavam por uma carga horária de 8 horas e melhores condições de trabalho.

No mesmo dia, todos os trabalhadores americanos realizaram uma greve geral no país. As manifestações ficaram conhecidas como a Revolta de Haymarket.

Nos Estados Unidos, a data é celebrada anualmente na primeira segunda-feira do mês de setembro. Apesar do feriado ser reconhecido em 1894, a redução da jornada de trabalho para 8 horas foi efetivada em 1890.

Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador no Brasil

As primeiras manifestações trabalhistas no Brasil ocorreram em 1891, nas principais cidades da época, Rio de Janeiro e São Paulo.

Com o passar dos anos, as pessoas passaram a se reunir por todo país no dia 1º de maio, realizando discursos, apresentações musicais, passeatas, e outras atividades.

Em 1910, com o surgimento do Movimento Operário no país, os trabalhadores foram impulsionados ainda mais por ideais socialistas e anarcossindicalistas, e os protestos se intensificaram.

Com a chegada de imigrantes europeus no Brasil, as ideias de luta pelos direitos dos trabalhadores vieram junto.

Em decorrência do Movimento Operário, em 1917, cerca de 50 mil pessoas paralisaram o trabalho em São Paulo.

A iniciativa passou a ser prática comum, sempre no 1º de maio.

A data foi oficializada no país pelo presidente Arthur da Silva Bernardes (1922-1926) por meio do Decreto 4.859 de 26 de setembro de 1924.

Nas décadas de 1930 e 1940, o presidente Getúlio Vargas – período conhecido como Era Vargas – passou a utilizar o 1º de maio, não apenas para homenagear os trabalhadores, mas como também para divulgar mudanças e benefícios trabalhistas através de instituições de leis.

Podendo ser citado como exemplo, a legislação sobre o Salário Mínimo, devendo ser reajustado anualmente, com intuito de suprir as necessidades básicas do cidadão brasileiro (alimentação, moradia, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social).

Outro exemplo foi a criação da Justiça do Trabalhovoltada especificamente para resolver questões judiciais com relação aos trabalhos e aos direitos dos trabalhadores.

Um Feliz Dia do Trabalhador a todos.

Siga o Dica App do Dia nas redes sociais – os links estão abaixo – e também no agregador de notícias Flipboard.

Via Guia do Estudante / Info Escola / Brasil Escola / Wikepedia

Deixe uma resposta